15 dezembro, 2011

Comece o novo ano aprendendo a usar as redes sociais na redação

As redes sociais se tornaram um elemento crucial no trabalho dos jornalistas. Você sabe como abrir uma conta? Como otimizar seu tempo nas redes sociais? Como se relacionar com a comunidade por meio das redes sociais? Robert Quigley poderá ajudar os repórteres a responder essas e outras perguntas durante seu próximo curso à distância, o “Redes Sociais para Jornalistas”, que o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas oferece pela segunda vez, em inglês, entre 16 de janeiro e 12 de fevereiro de 2012.

As inscrições já estão abertas. Jornalistas da América Latina e do Caribe poderão se inscrever até as 24h (horário de Austin, no Texas) do dia 5 de janeiro de 2012. Para mais informações, veja a ficha do curso.

O curso, completamente online, é dividido em módulos semanais, com apresentações audiovisuais, textos e links para recursos digitais, além de exercícios, questionários e debates. Os alunos poderão acompanhar as aulas em seu próprio ritmo, de acordo com seus horários, mas devem realizar as tarefas no prazo estabelecido. O curso é intensivo e requer entre 10 e 15 horas de dedicação por semana.

Será cobrada uma taxa administrativa de 60 dólares. Os participantes que completarem o curso receberão um certificado do Centro Knight.

Quigley, que entrou para o corpo docente da Escola de Jornalismo da Universidade do Texas, como professor de multimídia, usou seu conhecimento em redes sociais para cobrir o tiroteio de Fort Hood, em 2010. Os jurados da Texas APME (Associated Press Managing Editors) deram a ele o prêmio por cobertura de notícias de último minuto, destacando a utilização das redes sociais em seu trabalho. No passado, foi editor de internet, editor de cartas, editor assistente e designer de capa do Statesman.

O Centro Knight para o Jornalismo nas Américas foi fundado pelo professor Rosental Calmon Alves, da Escola de Jornalismo da Universidade do Texas em Austin, em agosto de 2002, graças a uma generosa doação da Fundação John S. e James L. Knight. O Centro também recebe contribuições de outros doadores, incluindo as Fundações Open Society e a Universidade do Texas em Austin. O principal objetivo do Centro é ajudar jornalistas da América Latina e do Caribe a melhorar a qualidade do jornalismo em seus países.