texas-moody
Notícia

Cobrindo o COVID-19 agora e no futuro: Centro Knight, UNESCO e OMS lançam curso on-line gratuito para jornalistas. Inscreva-se!

A pandemia do COVID-19 dominou o mundo – e as notícias. Para ajudar os jornalistas com o conhecimento e as ferramentas necessários para cobrir o vírus e as consequentes crises de saúde, social e financeira, o Centro Knight oferece o curso on-line gratuito “Jornalismo em uma pandemia: cobertura do COVID-19 agora e no futuro.”

O MOOC (curso online aberto e massivo, na sigla em inglês) ocorre de 4 a 31 de maio de 2020 e será oferecido simultaneamente em inglês, espanhol, português e francês, ministrado por Maryn McKenna, jornalista de ciência premiada, escritora palestrante do TED. Inscreva-se agora!

Pandemic_PT

Este programa de treinamento gratuito é organizado pelo Centro Knight de Jornalismo nas Américas da Universidade do Texas em Austin, em parceria com a UNESCO e a Organização Mundial da Saúde (OMS), com o apoio da Fundação Knight e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A disponibilidade em espanhol e português e atividades sob medida para jornalistas da América Latina e do Caribe são possíveis graças ao apoio do PNUD.

O curso de quatro semanas, dividido em módulos semanais, abordará:

  • Semana um: a história de pandemias e desastres no século XX. O módulo também analisará se os governos planejaram futuras pandemias.
  • Semana dois: Cobrindo o COVID-19 agora. O que aconteceu com a pandemia nos últimos quatro meses, principalmente em relação a crises na área da saúde, cadeias de suprimentos internacionais e debates sobre o distanciamento social e o uso de máscaras. Como os diferentes governos reagiram? Finalmente, quão importante é a liberdade de expressão e a detecção de desinformação?
  • Semana três: Esperança para tratamento e vacinas. Quais são as reivindicações concorrentes para os tratamentos da doença e qual é o prazo para encontrar um teste de vacina e anticorpo? Qual é o papel da publicidade exagerada e das tendências da mídia no avanço e desmistificação dos tratamentos propostos?
  • Semana quatro: O caminho a seguir. O módulo final analisa os ângulos da história para avançar a cobertura e responder a perguntas sobre como o COVID-19 mudou nosso mundo. Também analisará o autocuidado dos jornalistas no processo.

Mas, por que os jornalistas deveriam reservar um tempo para o curso, quando eles já têm uma agenda cheia para cobrir a pandemia?

“Essa história é tão grande: ela incorpora não apenas epidemiologia, atendimento clínico e pesquisa biomédica, mas política, finanças e comércio e muitos outros tópicos,” disse Maryn McKenna, instrutora do MOOC. “Sou uma jornalista científica que passou a carreira escrevendo sobre epidemias, mas tenho que aprender coisas novas todos os dias – e acho que muitos outros jornalistas estarão na mesma posição.”

“Mas, além da questão da experiência, também há uma questão emocional. Aqueles de nós que estão cobrindo o COVID-19 são forçados a entender mais profundamente o quão perigoso é esse vírus, muito mais do que a maioria dos membros do público precisa contemplar”, acrescentou a premiada jornalista científica. “É difícil não se sentir em risco, difícil não ter medo de seus entes queridos e amigos. Em um momento como esse, ter uma comunidade profissional para compartilhar o fardo faz uma grande diferença. Esperamos que este curso crie uma.”

“O jornalismo livre, independente, plural e profissional é mais relevante do que nunca durante essa crise global de saúde sem precedentes que todos estamos enfrentando,” disse Guilherme Canela, chefe da Seção de Liberdade de Expressão e Segurança de Jornalistas da UNESCO. “Os jornalistas são profissionais essenciais para manter os cidadãos informados com fatos verificados sobre a emergência, combater a desinformação e a desinformação e responsabilizar os governos com relação às medidas que estão sendo tomadas para enfrentar a pandemia atual. Portanto, este MOOC não poderia ser mais oportuno, estabelecendo um diálogo personalizado com jornalistas sobre os principais elementos necessários para manter, com segurança, reportagens de qualidade sobre o COVID-19.”

Canela também observou que o MOOC começará durante a semana do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa. “Não é uma coincidência, é uma maneira intencional de prestar homenagem a todos os profissionais de mídia que cobrem esses tempos difíceis,” disse ele.

PANDEMIC MOOC LOGOS in Portuguese

“Este é o projeto mais ambicioso dos 17 anos do programa de ensino à distância do Centro Knight e agradecemos às agências das Nações Unidas que estão nos ajudando nesta emergência global e Fundação Knight, nosso maior financiador”, disse o professor Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight. Também somos gratos a Maryn McKenna, uma excelente jornalista e escritora especializada em questões de ciência e saúde, que liderará este MOOC.”

McKenna é uma jornalista especializada em saúde pública, saúde global e política alimentar e é pesquisadora sênior do Centro para o Estudo da Saúde Humana da Universidade Emory, onde ensina redação e narrativa em saúde e ciência. Ela é autora dos livros “Big Chicken: A Incrível História de Como os Antibióticos Criaram a Agricultura Moderna e Mudaram o Modo como o Mundo Come”, “Superbug” e “Beating Back the Devil”. Sua palestra TED 2015, “O que fazemos quando os antibióticos não funcionam mais?” foi vista 1,8 milhão de vezes e traduzida para 34 idiomas.

McKenna é colaboradora da WIRED e escreve para The New York Times Magazine, The New Republic, National Geographic, Mother Jones, Newsweek, NPR, Smithsonian, Scientific American, Slate, The Atlantic, Nature e The Guardian, entre outras publicações. Ela recebeu o Prêmio AAAS-Kavli Gold de 2019 na categoria texto de revista, o Prêmio John P. McGovern de Excelência em Comunicação Biomédica 2019, o Prêmio de Liderança de 2014 da Aliança pelo Uso Prudente de Antibióticos e o Prêmio de Excelência Byron H. Waksman de 2013 na Comunicação Pública de Ciências da Vida. Foi bolsista da Poynter em jornalismo em Yale em 2018 e bolsista da Knight Science Journalism no MIT em 2013-14.

Maryn McKenna Headshot

Maryn McKenna

McKenna ministrará o curso com o apoio de cientistas e outros jornalistas como oradores convidados e instrutores assistentes que falam espanhol, português e francês. A jornalista de dados Amanda Rossi, que está cobrindo a pandemia da revista brasileira Piauí, liderará a versão do MOOC em português; Federico Kukso, jornalista científico e escritor argentino, será o instrutor assistente em espanhol; e a versão francesa do curso de McKenna será liderada por Yves Sciama, jornalista científico da França, atual presidente da Associação Francesa de Jornalistas Científicos.

O curso consiste em aulas de vídeo, apresentações em PowerPoint, leituras, questionários e fóruns de discussão.

Os estudantes que concluírem com êxito os requisitos do curso têm a opção de pagar uma taxa administrativa de US$ 30 para receber um certificado de conclusão em formato PDF. O Centro Knight avaliará os casos de estudantes que precisam de isenção dessa taxa. Nenhum crédito formal para a faculdade está associado ao certificado.

Como todos os MOOCs do Centro Knight, o curso é assíncrono, o que significa que os participantes podem participar nos dias e horários que melhor lhes convierem. No entanto, existem prazos semanais recomendados para concluir as atividades para não ficar para trás.

Nesta pandemia sem precedentes, bem como nas crises de saúde e econômicas, muitos jornalistas estão sendo deslocados de suas editorias ou precisam cover o vírus em adição às suas coberturas regulares. O curso também falará com os profissionais que normalmente não cobrem ciência ou saúde.

“O coronavírus é a única história no mundo atualmente, por isso faz sentido que as pessoas entrem ou sejam transferidas para ele a partir de muitas outras editorias. Espero que este curso possa ajudá-los a se atualizar”, disse McKenna. “Mas também espero que eles tragam seus conhecimentos para a comunidade do curso. À medida que essa nova normal avança, o coronavírus também será uma história de comida, uma história de educação e uma história de planejamento urbano, entre outros ângulos – e as pessoas que cobrem esses e outros assuntos podem ajudar o resto de nós a ver quais histórias são possíveis.”

Inscreva-se hoje no curso e verifique se está preparado para cobrir a maior história de nossas vidas.