Como cobrir eleições sem errar:

Dados e pesquisas para entender o eleitor


Instrutores: José Roberto de Toledo, Keila Guimarães, Claudio Weber Abramo e Daniel Bramatti





Esta página de recursos apresenta conteúdo do MOOC “Como cobrir eleições sem errar: dados e pesquisas para entender o eleitor”, realizado pelo Centro Knight para o Jornalismo em parceria com a Associação Nacional dos Jornais e apoio da Google News Initiative. Este curso massivo em português de quatro semanas aconteceu de 4 de junho a 1 de julho de 2018. Agora, disponibilizamos o conteúdo gratuitamente para os alunos que fizeram o curso e para qualquer pessoa interessada em aprender a ler e interpretar pesquisas de intenção de voto, utilizar o Google Trends para compreender o interesse do eleitor em temas-chave, coletar dados sobre candidatos em fontes na Internet e analisar e apresentar dados dos resultados do pleito.


O curso foi ministrado por quatro reconhecidos profissionais brasileiros: José Roberto de Toledo, Cláudio Weber Abramo, Keila Guimarães e Daniel Bramatti. O conteúdo do curso inclui aulas em vídeo e tutoriais, leituras, exercícios e muito mais.


Os materiais estão divididos em quatro módulos:

  • Módulo 1: Apresenta os diferentes tipos de pesquisa, como são feitas, para que servem, quem são os principais atores desse mercado, quais os erros de divulgação mais frequentes, como identificar pesquisas bem feitas e saber analisá-las em profundidade.
  • Módulo 2: Aborda o uso do Google Trends e como a ferramenta permite consultar os interesses de busca das pessoas, de maneira histórica e, também, em tempo real. Mostra como explorar essa vasta base de dados e encontrar estatísticas sobre o que eleitor busca no processo de decidir o seu voto.
  • Módulo 3: Apresenta diferentes tipos de coletas de dados sobre candidatos disponíveis em fontes da esfera federal e que usualmente se encontram nos estados.
  • Módulo 4: Ensina onde encontrar dados sobre eleições, como interpretar corretamente as taxas de abstenção por município e por Estado, como analisar melhor o fenômeno dos votos nulos, como fazer mapas de resultados eleitorais e correlacionar resultados eleitorais com indicadores sociais em cada município.

Ao revisar esta página de recursos, incentivamos você a assistir aos vídeos, ler as leituras e concluir os exercícios conforme o seu tempo permitir. Os materiais do curso se complementam, mas os vídeos e as leituras também funcionam como recursos autônomos que podem ser consultados de acordo com a necessidade de cada um.


Esperamos que você aproveite os materiais e os compartilhe com outras pessoas interessadas em aprender a trabalhar com dados e pesquisas eleitorais. Se você tiver alguma dúvida, entre em contato conosco pelo e-mail knightcenter@austin.utexas.edu.



SOBRE OS INSTRUTORES



José Roberto de Toledo é jornalista desde 1986. Pioneiro do RAC no Brasil, criou o Estadão Dados. Cofundador da Abraji e da Dados.org. Foi colunista de política da Folha e do Estadão. É editor do site da revista piauí.






Keila Guimarães é editora de dados no Google News Lab Brasil, responsável por encontrar insights a partir dos dados de busca do Google. Antes, foi bolsista do European Journalism Centre, onde produziu uma investigação internacional sobre a escassez de penicilina. Como jornalista, contribuiu para diversas publicações brasileiras e internacionais, incluindo Bloomberg, Quartz, El Mundo, Folha de S. Paulo, The Telegraph e BBC Brasil. Possui mestrado em Jornalismo Interativo pela City, University of London, pós-graduação em Ciências do Consumo pela ESPM e graduação em Jornalismo pela Universidade de Taubaté.




Claudio Weber Abramo é bacharel em matemática (USP) e mestre em filosofia da ciência (Unicamp). Trabalhou como jornalista em diversos órgãos de comunicação: Abril Cultural, revista IstoÉ, Folha de S. Paulo, Gazeta Mercantil, Valor Econômico. Durante cerca de quinze anos foi diretor-executivo da Transparência Brasil, organização dedicada ao combate à corrupção. Juntamente com o jornalista José Roberto de Toledo, fundou e co-dirige a dados.org (www.dados.org), organização não-governamental dedicada à coleta, organização e análise de informações detidas pelo poder público.




Daniel Bramatti é presidente da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e editor do Estadão Dados, núcleo de jornalismo de dados do jornal O Estado de S.Paulo, veículo onde trabalha desde 2008. Iniciou a carreira no jornal Zero Hora. Entre 1994 e 2006, na Folha de S.Paulo, foi repórter, editor adjunto e correspondente na Sucursal de Brasília, em São Paulo e em Buenos Aires. Em 2007, trabalhou no site Terra Magazine.






Pesquisas eleitorais

José Roberto de Toledo

Ao final da primeira semana, você terá aprendido:

  • Diferença entre pesquisa quantitativa e qualitativa - para que serve cada uma, quem as usa e quando
  • Métodos de pesquisa quantitativa: presencial, por telefone, boca de urna, automatizada e pela internet - e qual a confiabilidade de cada um deles
  • Para além da margem de erro: o que é, como se calcula, como se usa
  • Diferença entre margem de erro e o intervalo de confiança
  • Como se precaver sobre os erros não-amostrais e de divulgação: estudos de caso
  • Como identificar pesquisas metodologicamente bem feitas
  • Como analisar os resultados; pesquisa é foto ou fotograma?; o que caracteriza uma tendência; análise combinada com outros indicadores

Vídeo-Aulas (Obrigatórias)

1. Conceitos básicos de pesquisas

2. Enquete x Pesquisa

3. Margem de erro

4. Erros não-amostrais

5. Erros na divulgação das pesquisas

6. Registros de pesquisa

7. Estudo de caso



Hangout:Perguntas para o instrutor José Roberto de Toledo


Materiais de referência

1. Pesquisas de Opinião (slides)


2. Estudo de caso (slides)


3. Procurando Tendências (slides)


4. Reportagem sobre queda de Dilma entre os evangélicos em 2010


5.Calculador de Margem de Erro


6. Consulta pesquisas registradas no TSE




Analisando os trends na corrida eleitoral

Keila Guimarães

Ao final da segunda semana, você terá aprendido:

  • O que são dados Trends e como as estatísticas de busca podem auxiliar a compreender o interesse do eleitor em temas-chave antes, durante e após as eleições
  • Como minerar dados de busca sobre temas eleitorais - incluindo candidatos, partidos e assuntos políticos - em tempo real, filtrado por regiões e principais cidades
  • Explorar dados de buscas segmentadas por regiões geográficas. O participante aprenderá a minerar como cada estado busca sobre um candidato ou um tema político
  • As principais diferenças e possibilidades entre dados em tempo real e dados históricos e como explorar a busca em diferentes plataformas, incluindo Youtube, News e Images
  • Como visualizar dados Google Trends 1: uma introdução à ferramenta Flourish (gráficos de linha, barra e horseraces)
  • Como visualizar dados Google Trends 2: mapas com Flourish e GIFs com o Google Data Gif Maker

Vídeo-Aulas (Obrigatórias)

1. O que são dados do Trends

2. Estatísticas e filtros no Trends

3. Trends em tempo real

4. Visualizações em Flourish

5. Visualizações em Flourish II


Leituras (Obrigatórias)

1. Lições do Google Trends: Google News Initiative

2. O que são dados do Google Trends - e o que eles significam?

3. Manual de Jornalismo de Dados: A visualização como carro-chefe do jornalismo de dados

4. Manual de Jornalismo de Dados: Usando visualização para contar histórias

5. Gifs com o Google Data GIF Maker


Hangout: Perguntas para a instrutora Keila Guimarães

Materiais de referência

1. Treinamentos do Google News Initiative

2. The British are frantically Googling what the E.U. is, hours after voting to leave it

3. Me Too Rising (projeto de Trends)

4. Google Trends Datastore (repositório de Trends no GitHub)

5. Envious of that dataviz? Now you can do it (with a Flourish)

6. Flourish + Google = free for newsrooms!



Dados pré-eleitorais

Cláudio Weber Abramo

Ao final da terceira semana, você terá aprendido:

  • Usar as ferramentas DATASCÓPIO e CRUZA.DADOS no levantamento de informações sobre candidatos
  • Buscar informações sobre pessoas em outras fontes: tribunais, Procuradorias de Fazenda, CVM etc.
  • Tomar cautelas na interpretação dessas informações

  • Vídeo-Aulas (Obrigatórias)

    1. Dados estruturados

    2. Datascópio

    3. Cruza.dados

    4. Dados não padronizados

    5. Outras fontes de dados


    Leituras (Obrigatórias)

    1. Poder econômico e financiamento eleitoral no Brasil (Parte 1)

    2. Poder econômico e financiamento eleitoral no Brasil (Parte 2)

    3. Maiores doadoras


    Materiais de referência

    1. Lista do trabalho escravo

    2. Grande doador ignora candidatos negros e mulheres



    Dados pós-eleitorais

    Daniel Bramatti

    Ao final da terceira semana, você terá aprendido:

  • Onde encontrar dados sobre eleições
  • Como interpretar corretamente as taxas de abstenção por município e por Estado
  • Como analisar melhor o fenômeno dos votos nulos
  • Como fazer mapas de resultados eleitorais
  • Como correlacionar resultados eleitorais com indicadores sociais em cada município

  • Vídeo-Aulas (Obrigatórias)

    1. Encontrando dados sobre resultados eleitorais

    2. Taxas de abstenção

    3. Fenômeno dos votos nulos

    4. Mapas eleitorais

    5. Correlacionando resultados


    Leituras (Obrigatórias)

    1. Como baixar dados do repositório do TSE

    2. Como calcular variação

    3. Correlação e causalidade

    4. Onde encontrar dados eleitorais


    Materiais de referência

    1. Brasil.io

    2. Cepesp Data